Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2009

Vídeo de Paris com efeito tilt-shift

Toy Soldiers from Alta Media Productions on Vimeo.

Muito show. Curto muito esse efeito de miniatura na fotografia, mas ainda não tinha visto um vídeo assim.

Para quem não sabe o que é Tilt Shift, aí vai uma explicação da Wikipedia:
"Estilo de fotografia conhecida como “tilt and shift” ou simplesmente tilt-shift que produz fotografias de objetos e cenários reais mas que ficam parecidos com miniaturas e maquetes. A primeira lente desenvolvida especialmente para produzir este efeito foi a Canon TS35mm f/2.8 S.S.C em 1973."

21 Alfabetos fotográficos criativos

Uma coleção de alfabetos muito criativos produzidos a partir de fotos!

1. Eatphabet: o alfabeto comestível





O Eatphabet foi criado por Luiza P.. Sua idéia foi demonstrar seus bons hábitos alimentares através das fotografias.


2. Alfabeto no Google Earth



De outubro de 2008 a abril de 2009. Este foi o tempo que o designer Rhett Dashwood levou para produzir o alfabeto baseado nas fotos de satélite do Google Earth. Bom, calma... na verdade Rhett foi procurando aos poucos em seu tempo livre entre um projeto e outro e tal... mas mesmo assim, haja paciência né... muito bacana!


3. O alfabeto nu






Anton Beeke é o nome do designer responsável pela criação.


4. Body Type - O Alfabeto nu de AllStar vermelho!



Este alfabeto foi desenvolvido pelos estúdios de design Smart Head e Red Keds. No site do Body Type é possível digitar um texto e ver como ele fica com a "família pelada de Allstar"! :)


5. Tipografia à flor da pele



Essa dá muita aflição!
Crédito: http://www.ignant.de/2009/05/15/skinographie/


6. Em t…

O futuro do design de produto

"Programable matter" é o nome que a Intel deu para um protótipo que vai revolucionar a forma de se projetar e de se fazer design para a indústria em geral, em especial para a indústria automotiva.

Transformar cor, formas e dimensões de um produto através de uma reprodução gráfica em 3D, em tempo real, sem telas, mouses, teclados... Parece ficção científica? Bom, para a Intel isto parece ser apenas uma evolução para um futuro próximo...



Grandes avanços estão rolando também quando o assunto é impressora 3D.
Elas estão no mercado há algumas décadas, mas de uns tempos pra cá vêm se tornando cada vez mais acessíveis. Hoje já é possível encontrar este tipo de máquina pelo valor em torno de US$ 15 mil. Em poucos anos, é provável que pequenos escritórios e empresas de design já possam contar com essa tecnologia. Dentro de mais alguns, segundo a empresa Desktop Factory, a impressora 3D estará dentro dos lares americanos.

Já pensou comprar um objeto qualquer pela internet e imprimí-lo em …